domingo, 27 de agosto de 2017

ANTES TARDE DO QUE MAIS TARDE AINDA

     Em 2015 eu já de saco cheio de vestibular cheguei a fazer uma postagem sobre tal tema . 
     E agora , 2 anos depois eu retomo ele de novo para compartilhar minhas alegres experiências neste brógui  (Também cheguei a fazer uma alegre e colorida história do mesmo assunto usando a Fant como bode expiatório).

     Meu primeiro vestibular foi com 17 anos e não foi exatamente para entrar em uma facú! Eu queria entrar no exército!!! Mas felizmente eu fiz a pior prova da minha carreira e fracassei miseravelmente!
     A prova foi num quartel (não sei nem se do exército ou se da aeronáutica) e só lembro de 3 coisas: 

  • De que a prova era tão simples que parecia ser escrita em marciano traduzida pra chinês;

  • Do sargento (ou seja lá o que fosse) dizer que os três últimos azarados que terminasse a prova teria que ficar ali junto com ele vendo-o corrigir prova por prova ali na hora (na ocasião pensei nele lendo meu nome e rindo das cagadas que eu tinha escrito na prova)

  • E de um delicioso sanduíche que eu cumi na saída da prova.

     De qualquer modo, minha burrice me poupo de um vexame pior: a prova de aptidão física!! pois como diziam para mim na época : 
-"para entrar em um ensino superior do ramo militar não basta ser um Einstein; precisa ser também um Rambo! "
     O tal vestibular em questão era o IME!!!!!

DE ONDE PARTIU ESSA LOUCURA????

     O vestibular do IME foi o único que eu fiz "curso preparatório"! E na verdade foi por causa do vendedor do curso que eu achei que entrar no exército era uma boa ideia e que ia ser moleza. 
     O curso era semanal e barato (70 conto por mês, dava pra pagar com meu salário de panfleteira e ainda sobrava troco pro cigarro) mas também era maior bagunça e todo mundo acabava desistindo (se não me engano fui a última a desistir da minha turma. Mas mesmo assim me deram um Diploma!!!).
     Mas foi lá que eu aprendi coisas essenciais, como por exemplo....
     o que é plano cartesiano. 
     Não sei bem o que aconteceu com aquele curso, mas parece que mudou de nome e ás vezes nos finais de semanas eu vejo alunos dessa coisa aí. Só que agora os uniformes são mais interessantes e parecem roupas de punks (ao contrário da minha época que parecia mais com uma camisa do exército de Cristo!!).
Fonte
     Além disso, o IME era uma das poucas opções para mulher naquele tempo e no fundo eu só queria mesmo era ter porte de arma .

FUDEST

     Como a carreira militar tinha um limite de idade, eu só arrisquei uma única vez. Mas depois pensei que talvez fosse melhor fazer um ensino superior , já que todo mundo dizia por aí que futuramente até para trabalhar no Mc Donald's você precisaria ter uma formação universiotária (obs: na verdade, eu já trabalhava lá).
fonte
    Então eu prestei a Fudest 7 vezes!!! Aí se pergunta:
- Caraleo! Que merda você prestou? Medicina?
    A resposta é 
-NÃO!!! 
    Era um curso muito mais difícil:
FÍSICA!!!

MAS POR QUE????

     Eu não sei direito. Talvez inconscientemente eu realmente não queria passar em nada, já que eu era uma completa leiga em exatas e nunca gostei das matérias de humanas! E a área biológica eu achava que mesmo se por algum milagre eu passasse (já que dizem serem as mais difíceis e concorridas) me parecia ser uma chatice infernal .
     Sem falar que quando me perguntavam:
- E depois que se formar? Vai trabalhar de quê?
     Eu sempre respondia:
-Sei lá eu!

                                            (desabafo de um aluno de física)


                                     ( Aluno de Física da USP tenta se Matar- parte 1)

     Se eu tivesse tanta ousadia quanto nos tempos que eu fiz o IME, talvez eu tivesse me inscrito em astronomia (para ver disco-voador), ou engenharia da computação (para fazer um disco voador). Mas astronomia eram só 10 vagas; e engenharia eu nunca olhei a quantidade de vagas.Mas pelo título deveria ter muita concorrência.
     Alem disso nem em física eu conseguia, que diria o resto!!
     E ao longo desses 7 anos, lá pelo fim de carreira, eu já andava olhando cada dia mais torto pra lenda urbana que diziam meus pais ( pra ganhar muito dinheiro basta ter uma facú), e queria provar que isso era lorota e tive o objetivo genial de que iria passar naquela bagaça, me formar em uns 10 anos, e depois pendurar o diploma na parede da rua enquanto pedisse esmola na sarjeta concluindo assim que formação universitária não era nenhuma garantia de bom emprego e boa vida.
     Mas no fim nem precisei levar minha teoria pessoalmente a prática, pois conforme os anos se passaram os exemplos estavam ao meu redor á vista de todo mundo.

E POR QUÊ O cUSP?

     Na verdade por que era a única grátis que eu conhecia. Mas também tinha aquele negócio do nENEM e bolsas de estudos, então também tentei a sorte com aquilo (apesar da minha primeira vez no nENEM, em 2005, eu ter ficado muuuuito abaixo da média em todos os critérios)!
     Mas em 2009 ou 2008 eu tinha conseguido uma bolsa integral pelo enem; tinha sido a 1ª colocada (não interessa que só tivesse 5 - contando comigo- interessados na vaga).
     Apesar que eu não tenho ideia do que era aquela facú! Eu acho que tinha "gerencia" no título. E era do tipo EaD. 
     Mas no fim a coisa não formou turma e eu fiquei puta da cara e deixei de prestar enem por um tempo.

DESISTÊNCIA 

     Em 2013 foi meu limite antes de ficar com o saco na garganta e desgraçada da cabeça de sempre fazer o mesmo infernal vestibular no fim de ano. 
     E como das 7 vezes que prestei vestibular, 5 vezes eu passei na primeira fase, foram 5 anos agonizando a ressaca de réveillon pensando na segunda fase.
     Enfim, tomei vergonha na cara e deixei essa coisa de moleque e parti pra coisa de adult(er)o de verdade:
CONCURSO PÚBLICO!!!
     Na verdade eu já havia passado em concurso público (na verdade em 2, mas só assumi efetivamente posse no 2º) e já até exercia o cargo que
quando mandei os vestibulares a PQP.
     Mas anos depois com o custo de vida cada vez mais alto, percebi que era hora de sair da zona de conforto e retomar a vida de concurseiro para arranjar algum outro ramo que pagasse melhor.
     E enquanto estudava no mais puro estilo de concurseiro,
fonte
eis que uma facú havia aberto as porteiras de meio de ano! A principio eu pouco me importei. Alias, em 2014 ela também teve inscrições, mas naquela ocasião só de ouvir a palavra "faculdade" já me dava calafrios!!
     Mas em 2017 (na verdade até antes disso), eu já estava atirando pra todo lado (tem gente que chama isso de fase  "limbo" da vida) e trabalhar nos cyber-negócios também estavam (e estão) no meu cardápio.
     E na ocasião, a tal da facú tinha a opção de alguma coisa de computação! Apenas foquei na palavra "computação" e pensei com meus botões: 
-"Se eu entrar num treco desses vou é programar um monte de aplicativo e encher o rabo de dinheiro!hsuehsuehsue"!
     O tal vestibular foi duas semanas depois da prova do concurso público,e tentei estudar o edital no pouco tempo que havia sobrado.
     Mas ao contrario de um edital de concurso, num edital de vestibular eles simplesmente pedem que você estude tudo que você deveria ter aprendido da creche ao cursinho preparatório!! E com duas semanas era óbvio que era uma missão impossível, mesmo só para "revisar matéria"!!
     Preferi usar a tática de estudar a prova e a banca ao invés de estudar matéria do edital, mas não achei prova nenhuma e no fim acabei daquele jeito



     No fim eu achei que a prova estava fácil, mas como não tinha estudado eu tinha certeza de que devia ter tomado pau. Cheguei até pensar :
-"Deveria ter feito ENEM....mas que se fóqueu" (por que o ENEM também servia para desempate).
     Mas no final das contas, acabei passando em 8º lugar! E posso afirmar que em todas as provas que já fiz, essa foi a primeira vez que consegui passar sem estudar para a prova (pois mesmo que eu estivesse estudando para o concurso antes do vestibular, o concurso era basicamente 90% legislação- coisa que não caí em vestibular!!) 
     Antes de começar a aula, eu estava só com o foco do curso ser qualquer-coisa-da-computação e tava encarando a coisa toda como se eu fosse fazer algum curso técnico de programação. 
     Só depois da primeira aula é que me caiu a ficha que aquilo ali é ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO !!!! E tem no mínimo (se você tiver muita sorte e paciência) 5 ANOS de duração!!!!!! 
     Mas de qualquer forma acabei saindo ironicamente no lucro pois;
  • - O primeiro vestibular que levei pau também era de engenharia -e por vingança do destino o primeiro em que fui aprovada também!
  • -Pensando bem, este é o segundo em que eu entrei.
  • -Eu só consigo entrar em Facú EaD (isso lá é motivo para me gabar?) 
  • -Era uma das poucas facú que eu achava que talvez fosse legal 
  • -É grátis
  • -É EaD! 
  • -Depois de um tempo não vou precisar nem mais fazer presencial!!
  • -Me gabar dizendo por aí que sou da "engenharia"
  • -Se a internet cair eu tô fudida
  • -Vou poder trabalhar formatando computador
  • -Vou aprender a tirar vírus
  • -Não preciso gastar dinheiro com busão nem em coxinha 
  • -Vou poder criar blóguis (não,pera)
  • -Vou aprender a ser hacker (brincadeira, viu?! Nem passou isso pela minha cabeça)
  • -E o mais importante: Vou construir um Disco-Voador (de acordo comigo do passado)


     Então, a menos que eu seja expulsa dessa coisa, vou levar tudo até o fim! Pois pra quem já tinha desistido e não ia fazer mais nada, eu tô é no lucro!!
     Posso enfim dizer que estou literalmente no Céu

fonte

domingo, 13 de agosto de 2017

EU QUERO UM DANBOCCHI

     Pelo que eu li, "danbocchi" é uma espécie de caixote de papelão (ou sei lá de que diabos) que os japoneses criaram já faz um bom tempo, que serve para você poder se isolar do mundo.
FONTE: http://www.danbocchi.com/
     Os comentários Br que eu li sobre, apenas enfocam no tema "solidão", "falta de espaço", "coisa de japones", e por aí vai!

     EU FICO DESGRAÇADA DA CABEÇA E COM O SACO NA GARGANTA vendo as pessoas ignorarem a verdadeira utilidade de uma coisa dessas!!!

     Por que caceta até hoje nenhum desses "grandes novos empreendedores" não investiram numa porr* dessas??? Se eu tivesse grana para investir, com certeza seria num trem desses aí!!! Por que se pelo menos no caso das vendas serem um fíasco, eu poderia pelo menos fazer um bom proveito consumindo o meu próprio produto (tipo meu restoran que após falir, me consolei comendo as sobras).

     O Foco do bagulho é "privacidade"!
     MAS EU TÔ É POUCO ME FUDEND* PRA "PRIVACIDADE"!
     Isso é preocupação de moleque, e eu sou é uma anciã das veneráveis cãs, e o que eu quero é SOSSEGO; ou seja, o que me interessa dessa história toda aí é o maravilhoso, o magnifico, o formidavel ISOLAMENTO ACÚSTICO!!!!
pensando bem, acho que este tipo de matéria não faz muito sentido pra velha-surda

     Pense bem: Para quê ficar tendo que deixar a casa ainda mais inflamavel e monstruosa encapando toda a parede com resto de caixa de ovo (ou tendo qualquer outro trabalho caro com isolamento acústico) quando poderiamos simplesmente nos enfiar dentro de um danbocchi cada vez que os retardados da região resolvesse cagar nos ouvidos alheios aquele câncer (que chamam por aí de "som" ou como os próprios debéis mentais diriam "pancadão"- e que de fato parece mesmo, pois parece o som de alguém dando marretadas num monte de concreto em loop infinito)?
Fonte http://www.danbocchi.com/

     Cara! Eu preciso duma geringonça dessas aí (danbocchi)!
     Na matéria que eu li (que foi escrita lá pelos anos de 2013) a bagaça custava 1,3 Mil contos (convertendo o ienes para real naqueles tempos). Mas olhando a lógica do troço, acho que nem é preciso fazer uma encomenda intercontinental! Dá pra fazer uns cambalacho! Mesmo por que eu me pergunto : o que são 30 miseráveis decibeís pra uma boca de favela barulhenta dos infernos?
     Seria preciso adaptar pra uns 140 (dizem que este é o máximo que o tímpano humano aguenta ouvir antes de explodir. Só que eu estou dizendo sobre bloquear sons! Será que os tímpanos também explodem neste processo inverso?)



                                VIDEO EXPLICATIVO DO DITO CUJO


fontes: http://www.danbocchi.com/#shizune
fontes: http://www.danbocchi.com/
fontes:http://kotaku.com/want-to-be-alone-heres-a-600-cardboard-box-1455802826
fontes:https://www.megacurioso.com.br/oriente-bizarro/39746-quer-se-isolar-do-mundo-entao-veja-essa-caixa-de-papelao-lancada-no-japao.htm

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...